Imagem capa - Eu, Camila. por Aline Spezia
depoimentos

Eu, Camila.

Com os 30 anos se aproximando comecei a pensar sobre a vida, a família, o casamento, as amizades, o trabalho... tudo de uma forma muito diferente. Não foi uma coisa que resolvi fazer, simplesmente essa mudança foi acontecendo em mim naturalmente. Percebi que dava muito valor para coisas que não mereciam receber toda a minha atenção e não dava importância para àquelas que mereciam toda a minha dedicação, amor e carinho. Eu não dava atenção à mim mesmaTalvez por ser desvalorizada por pessoas próximas à mim, por julgar não ter alcançado todos os meus sonhos, por não estar vivendo ainda a vida que sempre sonhei... não sei. Sentia que era uma versão "piorada" de mim.


Para marcar esta nova etapa, resolvi fazer um ensaio fotográfico que contemplasse a minha mais verdadeira forma. Conversei com a Aline sobre tudo aquilo que esperava, porque sinceridade é muito importante na hora de fazer um ensaio assim. Marcamos a data e me arrumei de forma bem básica somente ressaltando as minhas qualidades naturais.


O ensaio foi demais! Estava super à vontade dentro da minha própria casa e com a Aline, que é muito profissional, pensa tudo o que vai fazer, o que vai falar e dirige super bem cada pose, cada foto. Foi muito tranquilo o momento todo e eu quis ficar cada vez mais no meu "natural", nua mesmo. Achei muito interessante me libertar e assumir quem realmente sou. Sei que tenho defeitos, mas... quem liga? Meus defeitos também são parte de mim e fazem parte do meu crescimento e evolução pessoal e eu, por bem ou por mal, não poderia estar mais satisfeita. 


Quando recebi as fotos fiquei em êxtase! Além de terem ficado lindas, tive maior certeza das minhas convicções, de quem sou, do que gosto, do que penso, do que sou capaz de fazer e me senti extremamente satisfeita com a mulher que sou. Em nenhum momento eu falei: – Nessa foto eu não fiquei muito bem... ou – Não gostei muito dessa foto... ou coisas do tipo. Amei todas, porque em todas elas me reconheço – femininamente eu, Camila.